Freitag, 9. Juni 2017

Guest Post -Karina Nery



Minha querida amiga Karina Nery, veio experimentar a vida aqui na Alemanha e trouxe consigo seu olhar fresquinho para certas coisas do dia a dia neste país. Por ela ser mãe do fofíssimo Ícaro (5 anos), acabou virando uma frequentadora assídua dos milhões de parquinhos espalhados pelas cidades, e eu a convidei para contar para gente o que ela e Ícaro acham deles.

Parquinhos na Alemanha
de Karina Nery


Uma coisa que logo chamou a minha atenção aqui na Alemanha foi a quantidade e qualidade dos parquinhos públicos e como eles são interessantes e buscam oferecer às crianças uma brincadeira que envolve muito mais do que o simples brincar, que por si só já compreende uma série de aprendizagens!



Você quase sempre encontra um sistema de roldanas, no qual uma criança enche de areia um balde e a outra puxa-o para cima e derrama todo seu conteúdo por um tubo e por aí vão continuando com essa brincadeira de sobe e desce de areia. 



E por falar em areia, as mães daqui adoram colocar seus bebezinhos (já vi beeeem pequenininhos!) muito à vontade nela! Às vezes os vestem todinho com macacões e botas, mas não se importam nem um pouquinho quando a mão vai à boca! 


Uma vez foi engraçado, porque uma "coisa fofa" foi "largada" no meio da areia e Ícaro correu para limpá-lo! Toda vez que o nenê se sujava, Ícaro ia lá tirar a areia dele, morrendo de peninha! Até seu gorro deu para ele! A mãe e eu só ríamos! 😄
 

Outra coisa interessante é que os pais são sempre bem-vindos aos parquinhos! Os brinquedos são resistentes e aguentam os adultos. E eles, de uma forma geral, não são super protetores e, quando não querem brincar, deixam os filhos "soltos"! Claro que a segurança do lugar e o fato de ser tudo pertinho ajuda! Já vi, por exemplo, crianças de uns 8 anos chegarem para brincar em um parque sozinhas com seus patinetes. 😊 



Mas o que eu acho mais bacana é o jeito radical de ser! 😄 Tipo assim... Tem essa tal "teia de aranha" (pelo menos é como eu a chamo) que é enooooorme de alta! Eu subi uma vez e morri de medo! E os meninos sobem desde pequenos! E sabem andar de bike e patins e patinete e skate... e andam pelas ruas das cidades com suas bandeirinhas (que sinalizam que naquela bike tem uma criança) ... e andam melhor do que eu! 😬 E é por isso que tem tantos adultos e senhores de bike e ainda levando os filhos em carrinhos acoplados à bike... Mas isso é assunto para outro post... rs



Ainda sobre ser radical no parquinho, cheguei até a ver escorregadeira sem lugar de sentar! Você desce colocando suas pernas para fora! E até o tal do Nestschaukel (aquele balanço-ninho) que era para deitar e relaxar, os meninos se balançam de um jeito que ele fica parecendo um daqueles barcos vikings dos parques de diversões! 

E quando tem lago ou rio por perto? Eles aproveitam para colocar um sistema de canalização de água. Daí a criançada puxa a água usando uma alavanca, transporta com seus baldinhos, faz o caminho de volta ao lago... Uma curtição! Só não sei o que é "pior"! Se sujar todo de areia ou se molhar todo de água!! 😄


Keine Kommentare:

Kommentar veröffentlichen